‘REVIEW’ | Exposição de Catarina Lira Pereira

0

Catarina Lira Pereira, artista plástica com uma carreira que inclui já presença abundante em galerias e exposições nacionais e internacionais dos dois lados do Atlântico (incluindo a glamourosa Saatchi), atualmente mãe de uma bebé, tem uma nova exposição na Sala de Exposições Temporárias do Museu Amadeo de Souza Cardoso em Amarante – cidade amorosa, de resto, com as suas pastelarias com esplanadas nas traseiras mesmo em cima do rio Tâmega, a Ponte de São Gonçalo, a catedral e a famosa Casa da Calçada. Valem bem a visita – nestas férias de ‘vá para fora cá dentro – tanto a cidade como a exposição de Catarina Lira Pereira.

A artista mostra-nos obras onde ela própria está presente, bem como pessoas da sua vida, tornando a exposição uma experiência autobiográfica e confessional. Usa as suas vivências como material para a sua criação artística, algo muito na linha de várias artistas mulheres contemporâneas. Podemos lembrar as instalações de Tracey Emin, com as frases que exorcizam momentos da sua vida, ou com a sua cama desarrumada numa altura de crise. Mas estes momentos autobiográficos de Catarina Lira Pereira não são evidentes, escondem-se sob camadas de interrupções coloridas que impedem ou dificultam a perceção do que fica por trás.

108267157_512219062883273_7800254761465807066_n

107831527_773573343448779_2222301739039753626_n

Leiam as palavras que Catarina Lira Pereira escreveu para a exposição “Review” – e não deixem de a visitar.

‘Numa tentativa de imortalizar alguns momentos, de reviver a presença das pessoas que mais admiro, que me inspiram ou influenciaram e de locais que me marcaram, reconstituo exaustivamente imagens que me trazem de volta aquela peculiar atmosfera nostálgica. Somos o que somos, resultado do nosso passado, que permanece e se manifesta mentalmente ao longo de representações nebulosas.

Entre narrativas interrompidas e numa forte relação entre a fotografia e a pintura, a partilha de um conteúdo autobiográfico e de um universo privado cria uma comunicação emocional com o espectador, que fica confontado com todo um espírito de abertura, com um ambiente familiar e lúdico.

Simular frustadas tentativas de visualização de imagens do passado resultou num jogo plástico entre revelação e ocultação, gerando uma profundidade ambígua. Dentro de um confronto e quebra entre tridimensionalidade e bidimensionalidade, os dois géneros fundem-se numa composição exuberante, dinâmica, aparentemente caótica, e ainda assim sustentada por uma disposição racional. Convido-vos a tomar parte desse complicado jogo, assimilando a ilusão de memória visual de momentos precisos da minha vida. Conduzidos ao longo de uma série de passagens e bifurcações, oscilando entre o todo e o pormenor, poderão completar mentalmente as imagens. É a percepção de toda esta complexidade pictórica que acaba por se tornar no ponto fulcral do processo deste meu trabalho.

Review é uma homenagem a momentos extremos.’

109361646_732594500871900_8957252323660249792_n

‘‘Review’’, de Catarina Lira Pereira foi inaugurada a 11 de julho e está patente até ao próximo 30 de agosto de 2020 na Sala de Exposições Temporárias do Museu Municipal Amadeo de Souza-Cardoso, em Amarante.

109556290_282804896497497_5399607692007921137_n

107759785_276237003442189_2113284260326976533_n

Texto de Maria João Marques. Fotografias de Gilberto Colaço.

Deixe um comentário. Acreditamos na responsabilização das opiniões. Os comentários anónimos ou de identificação confusa são apagados, bem como os que contenham insultos, desinformação, publicidade, contenham discurso de ódio, apelem à violência ou promovam ideologias de menorização de outrém.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.