O nascimento do Dragão, um livro para descobrir lentamente

0

Este livro é um excelente trabalho a 3 mãos. A história, caligrafia e selos são de Wang Fei, os textos de Marie Sellier e as ilustrações de Catherine Louis. Lançado recentemente pela Kalandraka Editora Portugal, este pequeno tesouro traz um desdobrável que explica a técnica dos ideogramas e da escrita chinesa às crianças (e adultos, pois claro).

Toda a narrativa é em torno da figura mitológica do dragão, figura muito amada na China e que deixa qualquer pequenino fascinado. Se por cá o associamos a uma besta assustadora, na Ásia significa paz. E, página a página, vamos percebendo que a figura é a união de vários animais que o compõem, até atingir aquela dimensão.

Decidiram então criar
um animal que protegesse
todos os homens em simultâneo:
um animal ágil como o peixe,
livre como o pássaro,
rápido como o cavalo,
astuto como a serpente
e forte como o búfalo.

Vou folheando e descobrindo a poesia, os símbolos e caligrafia que traduzem o texto. Esta é uma óptima história para leitura acompanhada, crianças nos seus 6 / 8 anos. Parece-me o exercício ideal para explicar as diferenças entre o nosso alfabeto e o Chinês, falar da lógica da simbologia, introduzir o tema das diferenças culturais entre os continentes, alargando o horizonte para a explicação das crenças e mitologia.

Tendo-se tornado na China o símbolo da paz, é em sua honra que todos os anos se celebra com alegria o Ano Novo Chinês – assim conclui a sinopse. O livro é em capa dura e pode adquirir em qualquer livraria ou no site da editora.

Deixe um comentário. Acreditamos na responsabilização das opiniões. Os comentários anónimos ou de identificação confusa são apagados, bem como os que contenham insultos, desinformação, publicidade, contenham discurso de ódio, apelem à violência ou promovam ideologias de menorização de outrém.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.