O homem promotor da igualdade

0

Começa já amanhã o segundo encontro O Homem promotor da igualdade, organizado pela associação Quebrar o Silêncio. Entre 15 e 17 de novembro, o ISCTE vai ser palco de painéis como Heteronormatividade e Cisnormatividade, Parentalidade e Masculinidades Cuidadoras, As várias dimensões de ser homem. Haverá ainda espaço para workshops como ‘Princesas da Disney – esterótipos e papéis de género nos contos tradicionais’ ou ‘Como quer ser tratadx- workshop de linguagem inclusiva’.

Presenças confirmadas na conferência estão Rosa Monteiro, Secretária de Estado para a Igualdade, Vânia Beliz, sexóloga, Clara Sottomayor, Juíza do Tribunal Constitucional, Gary Baker, fundador do MenCare, um movimento global de envolvimento dos homens no papel de cuidadores e Hjálmar G. Sigmarsson, conselheiro de vítimas de violência sexual na Islândia.

O Homem promotor da igualdade tem como subtítulo ‘Homens e mulheres lado a lado pela igualdade de género’. O programa pode ser consultado inteiramente no site do evento e a entrada é gratuita mas mediante inscrição.

 

Artigo anteriorCartas de amor e de guerra
Próximo artigoHistória de um site
Avatar
Carla Macedo nasceu em 1979 e nem acredita que já passou tanto tempo. É jornalista desde 2001, feminista desde os 8 anos, quando teve uma epifania na missa. Esteve envolvida na criação do site Delas.pt, do qual foi editora executiva até ao verão de 2018. Conduziu entrevistas na rádio TSF a mulheres que se destacam em diferentes áreas, no programa Conversas Delas. Na LuxWoman, foi chefe de redação, na Máxima Interiores, também. Colaborou com a Evasões, a Volta ao Mundo (sim, sim, adora viajar!), a Notícias Magazine, a Sábado e muitas mais. Fez televisão para uma produtora, mas os programas nunca foram para ar – danos colaterais da crise! Licenciou-se em Línguas e Literaturas Modernas, começou no jornalismo numa revista de carros, a Frota, ainda antes de acabar o curso, fez o CENJOR e depois um curso de Jornalismo Multimédia. É casada. Tem dois filhos, um rapaz e uma rapariga. Igualdade em casa é coisa que não falta.

Deixe um comentário. Acreditamos na responsabilização das opiniões. Os comentários anónimos ou de identificação confusa são apagados, bem como os que contenham insultos, desinformação, publicidade, contenham discurso de ódio, apelem à violência ou promovam ideologias de menorização de outrém.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.