Bambi dá o lugar a nova sapataria Ara

0

Pode ser este um caso feliz do comércio tradicional no centro de Lisboa? A sapataria Bambi na Praça Duque de Saldanha em Lisboa fechou há algum tempo. Agora, no mesmo lugar surge a nova loja da Ara, marca alemã com uma unidade de produção em Seia e que, curiosamente, também tem meios números que eram apanágio da Bambi. Trocou-se uma loja de calçado tradicional por uma de uma marca internacional com presença em mercados como os Estados Unidos e a Austrália e com algumas qualidades que vale a pena destacar.

A nova loja da Ara é a terceira monomarca em Portugal. O pequeno espaço na Praça do Saldanha, em Lisboa, é o suficiente para, para já, albergar o avanço de coleção de outono-inverno 2018-2019. A par dos sapatos de forma larga que popularizaram a marca entre as mulheres mais velhas, a Ara apresenta agora inovações de design e tecnológicas para captar novos públicos.

 

ara-shoes-fusion4-12-34027-sneakers-de-mujer
Depois do sucesso de vendas dos Ara Fusion na coleção de verão, a loja mantém disponíveis modelos de cores sóbrias e também versões com materiais impermeáveis (€99,50).

Os modelos Fusion são o melhor exemplo dessa inovação. Estes ténis recorrem ao HiFlex, um material que segundo a marca se adapta a qualquer forma de pé e que é colocado na parte frontal do sapato – aquilo a que os entendidos chamam gáspea. A flexibilidade do material evita que o sapato se deforme mas faz com que ele estique ou encolha com se fosse uma luva. As solas dos ténis são outro ponto que a marca destaca: são contruídas em lamelas de forma a melhorarem o comportamento em movimento.

Na Ara do Saldanha é também possível apreciar os sapatos de salto alto e os botins que a marca propõe para a próxima estação fria. O conforto é, também no departamento formal, o fator principal. O design é mais clássico, com a maioria dos sapatos de tacão a terem pontas arredondadas, mas os botins servem os intuitos moderninhos de quem quiser andar calçado confortavelmente e com estilo – com pontas em bico e materiais decorativos.

41953608_536946643410723_4802432804602249216_n
Botins da Ara Shoes, avanço de coleção outono-inverno 2018-2019, a partir de €99

A Ara nasceu na Alemanha em 1949, logo após a II Guerra Mundial, da necessidade de calçar a população de um país totalmente destruído e carente de bens essenciais. Hoje opera em diversos mercados pelo mundo fora, dos Estados Unidos à Austrália, com forte implantação também na China. Em Portugal, a presença da Ara iniciou-se em 1974 pela implantação de uma unidade de produção em Seia e em 2003 é que a marca passaria a ser vendida nas sapatarias portuguesas. Hoje a Ara tem três lojas exclusivas e mais de 40 pontos de venda em todo o país.

 

Artigo anteriorDisassemble, de Gilberto e Gabriel Colaço
Próximo artigoSuécia: mitos, realidades e sinais de incerteza no Shangri-La
Avatar
Carla Macedo nasceu em 1979 e nem acredita que já passou tanto tempo. É jornalista desde 2001, feminista desde os 8 anos, quando teve uma epifania na missa. Esteve envolvida na criação do site Delas.pt, do qual foi editora executiva até ao verão de 2018. Conduziu entrevistas na rádio TSF a mulheres que se destacam em diferentes áreas, no programa Conversas Delas. Na LuxWoman, foi chefe de redação, na Máxima Interiores, também. Colaborou com a Evasões, a Volta ao Mundo (sim, sim, adora viajar!), a Notícias Magazine, a Sábado e muitas mais. Fez televisão para uma produtora, mas os programas nunca foram para ar – danos colaterais da crise! Licenciou-se em Línguas e Literaturas Modernas, começou no jornalismo numa revista de carros, a Frota, ainda antes de acabar o curso, fez o CENJOR e depois um curso de Jornalismo Multimédia. É casada. Tem dois filhos, um rapaz e uma rapariga. Igualdade em casa é coisa que não falta.

Deixe um comentário. Acreditamos na responsabilização das opiniões. Os comentários anónimos ou de identificação confusa são apagados, bem como os que contenham insultos, desinformação, publicidade, contenham discurso de ódio, apelem à violência ou promovam ideologias de menorização de outrém.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.