A Avó Veio Trabalhar

0
Imagem de Pedro Sadio

Lisboa fervilha de vida, mas alguns são esquecidos pela Câmara Municipal, e até pelo governo, que cada vez mais se dedica à animação de festas e arraiais. Para quando casamentos e baptizados?

Mas o assunto que interessa divulgar hoje é o que se faz por essas pessoas, os mais velhos, os que supostamente não teriam capacidade para continuar a produzir ou para avançar ao ritmo dos tempos.

As avós.

‘Old is the new young’ é a frase chave para designar este projecto, A Avó Veio Trabalhar, que tenta minimizar o gap entre gerações.

O projecto nasceu quando Susana António, co-founder e CEO, e Ângelo Campota, co-founder e community manager, se conheceram em 2011 e fizeram click.

Na Rua do Poço dos Negros, número 124, as avós começaram a reunir-se para trocar experiências e produzir. Peças de roupa que combinam o design actual com o antigo, bordados, até tatuagens temporárias.

São parceiras de várias outras organizações e estiveram presentes em vários eventos de relevo como a Moda Lisboa, o Festival Cem Soldos ou, mais recentemente, o Rock in Rio.

Oferecem workshops para dar oportunidade a quem quiser aprender como se fazia antigamente e ouvir as histórias das Avós. De quatro em quatro meses fazem uma nova colecção.

O novo e o velho fundem-se num design inovador e sobretudo mantêm activas todas as avós que participam no projecto.

Os avôs começaram também recentemente a ter o seu espaço em todo aquele ambiente anteriormente dominado essencialmente por mulheres.

Segundo o co-founder Ângelo Campota, em Outubro há já um evento na Holanda, a semana do design onde as avós estarão presentes.

Podem seguir todas as aventuras no instagram.

Artigo anteriorO lado esquecido
Próximo artigoO martírio de Angela Merkel
Avatar
Maria Almeida nasceu e viveu idílicamente na província e quando chegou a Lisboa percebeu que seria difícil sair. Tem um filho de dezanove anos. Escreveu blogs que apagou e dedica-se a ler os outros. Gosta de vinho, música, ler e dormir. É liberal e Delegada de Informação Médica. Sonha com uma quinta no Douro.

Deixe um comentário. Acreditamos na responsabilização das opiniões. Os comentários anónimos ou de identificação confusa são apagados, bem como os que contenham insultos, desinformação, publicidade, contenham discurso de ódio, apelem à violência ou promovam ideologias de menorização de outrém.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.