Hão de voltar para o ano

0
472

Deviam ser umas 11 e pouco da manhã quando a camioneta parou a alguns metros da entrada principal da feira.

Era véspera do último dia em que o certame estaria aberto ao público e saíram apressadas – a pressa que a idade consente – apoiadas umas nas outras talvez por precaução.

Longe da rotina que se imagina no Lar da Stª Casa da Misericórdia de Ferreira do Alentejo, espalharam logo ali a alegria juvenil de quem sabe que se aproximam umas horas animadas.

Levavam chapéus iguais, sorriso fácil, óculos parecidos, sapatos confortáveis, idades próximas. Iam visitar a 35ª edição da Ovibeja, eram quase só mulheres e hão de voltar para o ano.

Eu, quem sabe, talvez volte a estar ali por acaso e talvez as volte a encontrar.
Elas hão de voltar a sorrir e eu hei de voltar a fotografa-las.

Artigo anteriorLa Manada e lições sobre crimes sexuais
Próximo artigoDepois das cinzas
Isabel Santiago nasceu em Aveiro em 1960 onde estudou até terminar o Liceu. Mais tarde acabou a sua formação na área comercial na Suiça, numa Escola privada e na Universidade de Lausanne. Trabalhou nas empresas comerciais fundadas pelo seu pai durante mais de 20 anos. Em 2010, já a residir em Lisboa, inscreveu-se num curso de fotografia e fotojornalismo, que completou durante 3 anos e nunca mais largou a fotografia. Ficou a trabalhar com Luiz Carvalho como assistente de realização no programa Fotografia Total da TVI24 e Fotobox da RTP3 ao longo de mais de 4 anos. Fotógrafa, de direita e apaixonada por política, regista e acompanha os mais diversos eventos do CDS. Tem 3 filhos e espera em breve vir a ser avó.

Deixe um comentário. Os comentários anónimos ou que contenham insultos serão apagados.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.