18.5 C
Lisboa
Terça-feira, Junho 15, 2021
Inicio Autores Posts por Constança Troni

Constança Troni

Avatar
10 POSTS 0 COMENTÁRIOS
Mulher, na sua década de quarenta. E de bem com isso. Nascida em Lisboa, cidade que ama, mas sente-se e deseja-se mulher do Mundo. Movem-me as Causas, a Cultura e as Artes, a Natureza. Sou projeto inacabado e em permanente desenvolvimento. Vive, atualmente, entre Lisboa e Bruxelas.

Natália de Andrade. E a Diva Tragicómica sou eu?

Natália de Andrade Natália de Andrade (1910-1999) nasceu em Coimbra e foi uma cantora lírica portuguesa. “Estreei-me num concerto...

Dos “Timings”, esse grande escultor.

 “Oh. I’ll tell you what freedom is to me. No Fear. I mean really No Fear. If I could have that...

A ansiedade através do espelho. Zoom is not a sexy thing.

Preparação matinal para uma reunião via Zoom. Acordo uma hora antes para que as marcas da almofada não estejam vincadas na cara,...

Uma questão de pele. As restrições à Liberdade de circulação e...

As coisas deste mundo? Prefiro falar do precipício concreto de um abraço. Manuel de Freitas Às 00h entraram...

Can’t Skip Saudade. Can’t Skip Hope.

Saudade. Palavra do Ano de 2020. Para espanto (ou talvez não, ou não fosse uma palavra tão e só Nossa). Conseguiu ultrapassar...

Juventude! Ainda vão dançar muito pela vida fora.

Amanda Gorman é uma jovem de 22 anos, poeta e ativista norte-americana que “saltou para as luzes ribalta” depois de ter participado...

Empatia em tempos de Pandemia? A Pandemia dividiu para reinar.

Este texto foi escrito à flor da pele. Não da pena, mas do teclado. Falar sobre empatia numa altura em que nos...

Maestrinas da nossa própria história

Minha alma é uma orquestra oculta; não sei que instrumentos tange e range, cordas e harpas, timbales e tambores, dentro de...

2020: Going down “The Rabbit Hole” to Covidland.

"também me custa sobreviver a estes dias, mas o que ainda não chegou é infinito". Cláudia R. Sampaio 2020....

“Ela é um bocadinho piegas, não é?”A saúde mental, pieguices e...

“Não caias num dos piores erros, o silêncio, a maioria vive num silêncio terrível. Não renuncies!” Walt Whitman